Forum destinado para auxiliar o blog www.dicasdevoo.blogspot.com
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O que é ETOPS

Ir em baixo 
AutorMensagem
Joao Paulo
Admin
avatar

Mensagens : 72
Pontos : 138
Data de inscrição : 28/04/2010
Idade : 24
Localização : Fortaleza

MensagemAssunto: O que é ETOPS   28/5/2010, 20:52

O ETOPS é um acrônimo para “Extended-Range Twin-Engine Operational Performance Standards”. ETOPS é uma regra da OACI (Organização da Aviação Civil Internacional) que permite a operação de aeronaves bi-motoras de transporte de passageiros a operar em rotas, que em alguns pontos, estão localizadas a mais de 60 minutos de um aeroporto de alternativa em caso de falha de um dos motores.

Os regulamentos internacionais não permitem que aeronaves bi-motoras de transporte de passageiros operem a uma distancia equivalente a 60 minutos de vôo em caso de falha de um dos motores. O ETOPS surgiu exatamente para estender esse tempo que a aeronave pode voar longe de uma alternativa. Permitindo assim aeronaves como o 737, 757, 767, 777, A300, A310, A320 e A330 operassem em rotas longas, especialmente sobre a água, desertos e áreas polares, e que antes estavam “fora dos limites” de operação das aeronaves bi-motoras.


Historia:

Em 1953 a FAA (Federal Aviation Administration), reconhecendo as limitações e riscos dos motores a pistão, estabeleceu a regra dos “60 minutos” para aeronaves de 2 motores. Esta regra diz que a rota destes aviões não deve nunca estar sobre uma área que fique a mais de 60 minutos de um aeroporto adequado. Isso forçou a estas aeronaves a voar mais próximas dos supostos aeroportos de alternativas e em determinadas rotas estas aeronaves foram totalmente excluídas. Estas áreas em que as aeronaves bi-motoras não podem operar são chamadas de “Exclusion Zones” ou “Áreas de Exclusão”.

Com o surgimento das aeronaves a jato, ficou clara a maior confiabilidade destes motores, assim as aeronaves tri-motoras, como o 727, não foram afetadas pela “regra dos 60 minutos”, possibilitando assim o surgimento de aeronaves como o Lockheed-1011 e o DC-10. Porem as aeronaves a jato de 2 motores continuaram a estar limitadas a “regra dos 60 minutos”.

Após anos de desenvolvimento em tecnologia, e com o aumento cada vez maior na confiabilidade dos motores, fizeram com que a FAA e a ICAO visse que era seguro operar aeronaves de 2 motores em determinadas rotas. Então, foram designadas as primeiras regras do ETOPS em 1985. A primeira operadora a utilizar o ETOPS foi a TWA em seu Boeing 767 na rota St. Louis – Frankfurt. Inicialmente ela possuía um certificado ETOPS de 90 minutos, porem ele foi logo estendido a 120 minutos após avaliação dos procedimentos operacionais por parte da FAA.

Em 1988 a FAA emendou o ETOPS para 180 minutos. Isso tornou disponível cerca de 95% do globo para a operação de aeronaves bi-motoras. Futuramente esta emenda foi adotada pela JAA (Joint Aviation Authorities), OACI e demais órgãos mundiais.

Esse novo certificado (ETOPS-180) foi obtido pelas aeronaves 757, 767, 777, A310, A320, A330, etc. E assim, por serem aeronaves econômicas, elas “mataram” as aeronaves tri-motoras, tanto que graças ao ETOPS a Boeing parou a produção dos MD-11 pouco depois da fusão com a McDonnell Douglas e diminuiu a produção das aeronaves 747.

E em 2001 depois de um pedido da Boeing e da United Airlines, a FAA deu uma extensão de 15% neste certificado do 777, criando assim o ETOPS-207 permitindo assim operações no Pacifico Norte. Porem a JAA alega que esta extensão de 15% pode comprometer a segurança, e não aprova aeronaves mais do que 180 minutos por considerar que estes 180 minutos já se tratam de uma extensão. Esta discussão permanece ate hoje.

Existem propostas da FAA (Boeing e ALPA – Air Line Pilots Association) para estender o ETOPS-180/207 para ETOPS-240 e possivelmente 330 para assim possibilitar operações no Pacifico Sul e na Antártida. As mudanças foram colocadas em discussão em 2004, porem a JAA e outros órgãos mundiais são contra esta nova extensão.


Aprovação ETOPS:

Para uma aeronave ser homologada para operações ETOPS são necessárias 2 etapas:

1 – A combinação de estrutura e motores deve obedecer aos requisitos básicos do ETOPS durante a certificação da aeronave, é o chamado “ETOPS Type Approval”. Um dos procedimentos é desligar um dos motores e voar ate o aeroporto de alternativa.

2 – A operadora da aeronave deve satisfazer os regulamentos de seu próprio país em relação a sua capacidade de conduzir vôos ETOPS. Este procedimento recebo o nome de “ETOPS Operacional Approval”. Empresas com extensa experiência em vôos de longo alcance podem conseguir esta aprovação rapidamente, outras, no entanto muitas[/i] vezes devem demonstrar em alguns vôos de teste a sua capacidade de operar vôos ETOPS.

Fonte: Brasil Travel ATC

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.dicasdevoo.blogspot.com
Giovani Delgado
Admin
avatar

Mensagens : 130
Pontos : 196
Data de inscrição : 15/04/2010
Idade : 32
Localização : Presidente Prudente

MensagemAssunto: Re: O que é ETOPS   6/3/2011, 16:30

Cara que explicação ... gostei muito, tem coisas que a gente nem sabe as vezes e que vai lendo e descobre, perfeito ...

Quem tiver mais informações postem ai, afinal esse forum e para troca de informações !!!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.dicasdevoo.blogspot.com
Joao Paulo
Admin
avatar

Mensagens : 72
Pontos : 138
Data de inscrição : 28/04/2010
Idade : 24
Localização : Fortaleza

MensagemAssunto: Re: O que é ETOPS   6/3/2011, 18:45

hehe é vivendo e aprendendo, eu mesmo não sabia ai tinha ouvido falar e tal, e depois procurei saber o que é, ai descobrir e logo em seguida coloquei aqui

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.dicasdevoo.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O que é ETOPS   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O que é ETOPS
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Area para pilotos :: Treinamentos para pilotos-
Ir para: